O seu portal de estudos

Archive for junho \30\UTC 2009

Hardlock e máquina virtual? USB pela rede?

Posted by Rafael Bernardes em 30 de junho de 2009

Um cliente meu contrato um software (é, software também se contrata!) da linx que utiliza hardlocks. O problema é que o servidor dele está em um datacenter, virtualizado no Hyper-V.

Bom, já que a casa caiu, eu fui procurar soluções para isso. Encontrei uma (paga) que funciona. Conto com a sua ajuda para descobrir uma outra alternativa (de preferência gratuita).

O nome é USB OVER NETWORK. http://www.usb-over-network.com/

Baixe a versão server e client. O server você istala onde vai estar o dispositivo e o client no computador que precisa acessar.

No meu caso eu coloquei o hardlock no HOST e o client na máquina virtual. Funcionou perfeitamente!

O software utiliza a porta 3300, então funciona também de fora. Eu poderia ter colocado o hardlock em meu notebook e o client no servidor virtual que iria funcionar também.

Posted in Virtualização | Etiquetado: , , | 3 Comments »

Contrato de suporte e manutenção

Posted by Rafael Bernardes em 30 de junho de 2009

Eu tenho uma empresa chamada BERNARDES CONSULTORIA. Ela atende pequenas e médias empresas, a partir de 4 computadores, prestando todo suporte necessário.

Aplico técnicas e procedimentos de grandes empresas, de forma otimizada para a pequena empresa.

Atendo todo o Rio de Janeiro, com equipe técnica própria. O profissionalismo é levado a sério:

  • Visita técnica semanal ou quinzenal (preventiva)
  • Relatório de atividades semanal
  • Avaliação semanal da eficiência do técnico
  • Controle de chamados, com relatórios gráficos (ajuda a identificar os problemas frequentes)
  • Atendimento emergencial em até 1 hora

Além disso, sempre implementamos alguns recursos úteis para o cliente:

  • Backup automatizado e backup remoto (em servidor próprio ou do cliente)
  • Regras e bloqueios de internet
  • Monitoramento remoto do servidor
  • Inventário automatizado dos computadores (com alertas)
  • Acesso remoto, técnico e para os designados pela empresa

O valor base é de apenas um salário mínimo. Só temos acréscimo quando o cliente tem muitas máquinas ou servidores. Com esse valor você contará com um técnico especialista (PC, MAC ou Linux), um técnico para emergências, atendimento telefônico, acesso remoto e minha supervisão dos técnicos e projetos.

Posso te fazer uma visita? me liga.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , , , , , , , , , , | 2 Comments »

Anywhere TS, solução para LTSP em Windows

Posted by Rafael Bernardes em 25 de junho de 2009

UPDATE! O pessoal do AnywhereTS desistiu do projeto e deixou a versão PRO sem custos para download enquanto o site existir. Coloquei em meu servidor:

____________________________________________________________

Eu sou fã assumido do projeto LTSP. Para quem não sabe, é a tecnologia que permite estações sem hd consigam dar o boot pela rede (ou drives) e iniciar um sistema pronto para ser usado. Esse sistema é distribuído por um servidor e pode ser altamente customizável.

Com os Core Duo de hoje posso afirmar, sem medo, que uma máquina dessas com 2 Gb de RAM é capaz de suportar até 30 estações sem gargalo algum (só terá um atraso se ligar todas as estações ao mesmo tempo).

Só que para mim faltava uma coisa. A maioria dos meus cilentes roda Windows, então acabava ligando o terminal (LTSP vem de Linux Terminal Services Project) e iniciando o rdesktop para abrir o TS de um servidor windows.

Não teria como a máquina já “acordar” em uma sessão de TS? Tem sim! O AnywhereTS faz isso ficar fácil. Na verdade dá para fazer tudo sem ele, bastaria ter a imagem do sistema, um servidor DHCP e um TFTP.

Mas, como todo bom Brasileiro, eu gosto de uma moleza. O AnywhereTS tem servidor DHCP, TFTP e gerador de imagens prontinhos! Basta usar.

Primeiro, baixe o programa em http://anywherets.com a diferença entre a versão free e a paga estão em: http://anywherets.com/products/anywheretspro/compare.

Depois, rode o instalador normalmente. Comigo eu tive que atualizar o framework para o 2.0.

Quando terminar, abra a tela de configurações e clique em Make Client, make new client. Vai abrir uma tela igual a fig1

tela inicial do anywhereTS

tela inicial do anywhereTS

Depois você escolhe a versão. Aqui fica claro as diferenças entre a FREE e a PRO.

fig2

Agora você vai escolher onde o cliente vai se logar. Pode ser a própria máquina ou outra remota.

fig3

Os próximos passos são auto explicativos. A parte final é onde você decide qual será o tipo de boot que o cilente irá executar. Eu escolhi o Network Boot.

E pronto! Pode por uma máquina na rede e tentar dar o boot. Simplesmente perfeito.

Se quiser usar um servidor DHCP próprio tem que configurar as opções 66 e 67. Que definem o servidor TFTP e o nome da imagem. Não dá para usar roteadores básicos como DHCP pois eles não tem essa configuração.

Valeu!

UPDATE! Eu tive problemas com o layout de alguns teclados. Os usuários sempre entravam com o layout do AnyqhereTS ativo e não o do servidor de TS. E a droga do layout do anywhereTS não funcionava direito o portuguese-brasilian.

Então eu setei o teclado do anywhereTS para English-International. Depois fui no TS, que era um 2008 server e editei o registro:

1. Abra o regedit
2. Ache o HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\Currentcontrolset\Control\Keyboard Layout
3. Adicione um DWORD com o nome: IgnoreRemoteKeyboardLayout  e altere o valor para 1.

 

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , , , , | 21 Comments »

Novo site!

Posted by Rafael Bernardes em 18 de junho de 2009

Eu trabalho também com marketing digital e comecei um novo site: http://www.rafaelbernardes.com.br. Dá uma olhadinha lá.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Montar unidades do FreeBSD (UFS) no Windows

Posted by Rafael Bernardes em 16 de junho de 2009

Eu tinha um hd de rede da maxtor, central axis, e ele começou a piscar um luz vermelha e não iniciava mais.

Vi em foruns que ele já era. Então desmontei o aparelho e removi o hd. Coloquei em minha máquina e … nada!

Não reconhece as partições. Tudo bem, pus um ubuntu e … nada! Nem o ubuntu reconhece essa droga de partição.

Procurando no google eu achei o UFS explorer. http://www.ufsexplorer.com/

Muito rápido e fácil. Podem usar que é show!

Se precisar da versão full basta ir no 4shared.com e digitar UFS explorer.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , , , | 2 Comments »

Gerenciar e monitorar redes com o Zabbix e Ubuntu 9

Posted by Rafael Bernardes em 6 de junho de 2009

Sem dúvida um dos melhores programas para gerência de redes é o zabbix. Todo dinâmico e polido, utiliza o MySQL como gerenciador da base de dados. Tem agentes de monitoramento para praticamente todas as plataformas.

E instalar ele no Ubuntu 9 é moleza. Faça um teste em uma máquina virtual e comprove. Eu instalei o ubuntu no virtual box, da Sun. Rodei o apt-get update para atualizar e o sistema estava pronto para rodar.

O zabbix é fácil fácil de instalar:

sudo su

apt-get install zabbix-agent zabbix-server-mysql zabbix-frontend-php snmpd php5-mysql

Só vai ter perguntas óbvias, como senhas e next, next, next e ok. Tudo em bom portugês.

E algumas configurações adicionais:

gedit /etc/php5/apache2/php.ini

Localize os campos abaixo e altere:
max_execution_time = 300 ;

date.timezone = America/Sao_Paulo

Reinicie o Apache:

/etc/init.d/apache2 restart

gedit /etc/zabbix/zabbix_agentd.conf

Ache o campo abaixo e troque o “localhost” por:
Hostname=ZABBIX Server

E reinicie o agente:

/etc/init.d/zabbix-agent restart

Agora basta abrir o firefox:
http:///zabbix/

E pronto. A partir daí baixe o agente para o seu sistema em http://www.zabbix.com e comece a monitorar e brincar com a interface do zabbix!

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Instalar o LTSP no ubuntu 9

Posted by Rafael Bernardes em 1 de junho de 2009

O LTSP é muito legal, ele possibilita que computadores simples, sem HD, possam abrir um sistema completo aproveitando os recursos do servidor. E no ubuntu é mais fácil ainda fazer isso!
Instalar o LTSP no ubuntu 9 é muito fácil!
Primeiro coloque um IP estático em seu ubuntu, depois vamos baixar os pacotes necessários:
# apt-get install ltsp-server-standalone
# apt-get install openssh-server
Monte o cliente do LTSP:
#ltsp-build-client
O dhcpd sera instalado. Verifique as configurações dele para saber se atende as suas configurações de rede: etc/ltsp/dhcpd.conf (o padrão é o range 192.168.0.0 e o IP do Server 192.168.0.1)
Execute os seguintes comandos:
#ltsp-update-sshkeys
#ltsp-update-image
E pronto! As estações já estarão aptas a dar o boot!
Eu vou começar a estudar um meio de utilizar um servidor de DHCP em outro servidor. Por exemplo utilizar o DHCP do Windows.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , , , | 24 Comments »