O seu portal de estudos

Backup de máquinas virtuais

Posted by Rafael Bernardes em 7 de setembro de 2009

Muita gente está utiliazando máquinas virtuais hoje em dia. Pela facilidade, economia e até mesmo desempenho.
Mas a questão que fica no ar, pelo menos para a maior parte dos técnicos, é: Como fazer backup de máquinas virtuais?
  • As máquinas virtuais são “arquivos” que não param de ser alterados
  • Não dá para copiar os arquivos do disco virtual enquanto a máquina está ligada
  • Como fazer backup disso?

Existem dois tres métodos, digamos oficiais, que muitos utilizam:

  • Cópia de sombra – Serve para fazer backup manual ou com programas de terceiros que usam esse recurso.
  • Snapshot (somente para o Hyper-V ou VMware, e não recomendo muito, pois se você perder o sistema HOST, não vai dar para aproveitar o .vhd que estiver com algum snapshot. Ele salvas as modificações no snapshot, só que se perder o sistema o snapshot geralmente vai pro saco junto)
  • Windows Backup Server – Acho que para as pequenas e médias empresas, que não querem pagar o SCDPM.

O Backup server é bem esperto. Ele reconhece que o servidor é um HOST de máquinas virtuais e faz a cópia ao vivo delas (para isso todas tem que estar com o Integration Disk instalado).

Para usar o RECURSO do Backup Server basta instalar pelo gerenciador do servidor, em recursos, claro.

Ele faz um backup tipo imagem do servidor todo. Então tem que ter um HD de igual tamanho ou maior. O ideal é que o HD possa aguentar o backup 1,5 vezes (pela documentação da Microsoft). Isso previne erros.

Um ressalto importante é: Como eu recupero esse backup doido?

Ele é acionado pelo próprio console do backup server ou pelo DVD de instalação do 2008. Eu tenho um servidor reserva, sem sistema, pronto para receber a recuperação do backup.

Basta eu plugar o HD de backup e o DVD de instalação do 2008. Logo na primeira tela existe a opção de Reparar ou Recuperar o computador. A partir daí ele reconhece a mídia de backup e começa a sugerir a recuperação.

O interessante é que volta tudo, mas tudo mesmo. Nada se perde ou desconfigura.

É de simples utilização e poucos recursos, mas pode ser útil em vários casos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: